Agravamento da pandemia leva Governo do Estado a colocar 76% da população na fase laranja e 15% na vermelha do Plano SP

Na coletiva de imprensa de hoje (26), membros do Governo do Estado atualizaram os dados mais recentes do enfrentamento da pandemia da Covid-19 e de retomada da economia nas diversas regiões de SP, que registram até aqui 2 milhões de casos e 59,1 mil óbitos por coronavírus. O número de pacientes internados é de 14.809. Mais de 1,79 milhão de pessoas já estão recuperadas da doença no estado.

Na coletiva de imprensa foi informada a revisão regional do Plano São Paulo. Marília e Ribeirão Preto regridem para a etapa com restrição total de comércios e serviços não essenciais. Araraquara, Barretos, Bauru e Presidente Prudente seguem na fase vermelha.

Campinas, RM de SP, Registro e Sorocaba recuam para a fase laranja, que também abrange Franca, São José do Rio Preto, São João da Boa Vista e Taubaté. Na fase amarela estão Piracicaba, Araçatuba e Baixada Santista. A reclassificação começa a valer a partir de 1º de março.

O secretário Marco Vinholi enfatizou a expansão da pandemia em todo o território paulista, com a Região Metropolitana de SP e as regiões de Campinas, Sorocaba e Registro recuando para a fase laranja.  Marília e Ribeirão Preto também recuam, da fase laranja para a mais restritiva, a vermelha.

Na 8ª semana epidemiológica do ano, SP registrou 13% de aumento no número de internações, principalmente em UTIs. Os casos também registraram incremento de 6% ante a semana anterior. A taxa de óbitos também subiu em 4%. Hoje, o estado tem 6.767 pacientes internados em UTIs e outros 8 mil em enfermaria. A taxa de ocupação de UTI no estado atingiu  70,4%. Hoje, 76% da população paulista estão na etapa laranja do Plano SP e 15% na fase vermelha.

Por favor deixe seu like ou compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou da nossa página? Compartilhe com seus amigos!