Equipamentos raros em hospitais públicos, tem salvado vidas em Barueri

O Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB) é referência para internação de pacientes com suspeita e confirmação de Covid-19 no município. Além de toda a estrutura necessária para o tratamento da doença, a unidade também dispõe de itens complementares, como o Cateter Nasal de Alto Fluxo (CNAF), um equipamento considerado raro no setor público, que serve como suporte respiratório e melhora a oxigenação do paciente.

As principais complicações causadas pelo novo coronavírus estão ligadas ao sistema respiratório, como insuficiência respiratória, diminuição da saturação e dispneia, popularmente conhecida como falta de ar. “A Covid-19 causa várias pequenas lesões pulmonares. E quando o pulmão está doente, menos alvéolos estão em funcionamento. Por isso há baixa concentração de oxigênio, o que chamamos de hipóxia. Para tratá-la, é necessário aumentar a quantidade de oxigênio.

Além de oferecer mais oxigênio, o CNAF também realiza essa oferta de forma intensa e concentrada, o que gera uma melhor experiência para o paciente. “O alto fluxo fornece uma mistura gasosa umidificada e aquecida, que é mais cômodo para o paciente e impede lesões como o ressecamento das vias aéreas”, explica Roque.

Outra vantagem é que o CNAF é colocado apenas no nariz, diferente de outros métodos não-invasivos que também cobrem a boca. Dessa forma, há condições para que o paciente converse e faça as refeições normalmente. Portanto, também é considerado um método mais confortável e satisfatório.

Por favor deixe seu like ou compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou da nossa página? Compartilhe com seus amigos!