Escolas de Cotia ganham sistema de monitoramento com 1.300 câmeras

Atendendo a um pedido de professores, de pais de alunos e de toda a comunidade, a Prefeitura de Cotia, por meio da Secretaria de Educação, implantou câmeras de monitoramento em todas as escolas da rede municipal. Além do monitoramento interno, as escolas ganharam um totem na parte externa, este equipamento conta com cinco câmeras e um botão de emergência que funciona como um rádio comunicador com conexão direta com a equipe do Centro de Controle Operacional (CCO).

As câmeras estão espalhadas por todas as dependências das unidades escolares. Há escolas que receberam 30 câmeras, por conta do tamanho do imóvel. “O número de câmeras foi definido de acordo com o tamanho e com a necessidade de cada escola, o objetivo é manter todas as áreas monitoradas”, disse o prefeito Rogério Franco. “Aumentamos a segurança dos alunos e dos funcionários, e a população do entorno também se beneficia, pois os totens registram imagens da área externa”, completou.

As imagens do sistema videomonitoramento interno e externo são acompanhadas por uma equipe de segurança no Centro de Comunicação Operacional (CCO) que funciona 24h, inclusive aos fins de semana e feriados. O CCO está equipado com 30 telas e 10 monitores de mesa que transmitem em tempo real tudo que está acontecendo nas escolas.

Também foram implantados sensores de presença nas câmeras para auxiliar na rápida detecção de movimento dentro da escola no período da noite, aos fins de semana e feriados. “Qualquer movimentação no horário que a escola esteja fechada, aciona um alarme no Centro de Comunicação, a tela já começa a piscar e isso agiliza a identificação do que está acontecendo e o acionamento da Guarda Civil”, disse Luciano Corrêa, Secretário de Educação.

De acordo com Corrêa, desde que os equipamentos começaram a funcionar, não houve registro de arrombamento em escolas municipais. “Não tivemos mais ocorrências. Isso mostra que o investimento vale a pena. Caso ocorra alguma invasão, a resposta será rápida e assertiva”, destacou o secretário.

A EM Franscico Nunes de Oliveira, na Vila Monte Serrat, foi alvo de criminosos diversas vezes. “A escola foi alvo de muitos furtos aos fins de semana. Perdemos computadores, aparelhos de telefone, itens da cozinha e, com monitoramento, não aconteceram mais invasões, deu uma segurada nesta situação”, disse o vice-diretor da unidade, Alan Figueiredo Sales.

Apesar de o CE Maria Tereza Pastana, no Jardim Cláudio, não ter registro de invasões da unidade, a diretora Lígia Cristino, aguardava pelo monitoramento da escola. “Aqui, não tínhamos problemas de furtos, mas como diretora, me sinto mais segura, porque a câmera inibe a ação de pessoas mal-intencionadas e esta era uma demanda de toda a rede”, completou.

Related Articles

2.172 Comments

Avarage Rating:
  • 0 / 10