Governo Federal entrega 600 apartamentos do Minha Casa, Minha Vida em Bertioga

O sonho da casa própria de Tabatha Cristina virou realidade. Emocionada, recebeu suas chaves nesta quinta-feira (2/3), das mãos do ministro das Cidades, Jader Filho, na cerimônia de entrega de 600 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) em Bertioga (SP). “Hoje tenho um endereço e um lar digno para morar com meus filhos. Eu morava em uma casa de madeirite. Hoje vou morar em um lugar calmo e tranquilo com a minha família”, comemorou.
 

Até então, Tabatha — que é beneficiária do Bolsa Família e completa a renda atuando como diarista — estava morando de favor com seu marido e dois filhos. Chegou a morar de forma irregular em uma área de risco, onde acabou perdendo tudo duas vezes, por conta de enchentes. “Agora vou ter uma condição melhor com a minha casa. É muito bom saber que aqui não é invasão e não vai alagar. É uma grande vitória! É um sonho realizado dizer que eu tenho uma casa própria para morar”, revelou. Há menos de duas semanas Bertioga decretou estado de calamidade pública em decorrência dos temporais que atingiram o litoral norte de São Paulo, deixando milhares de pessoas desabrigadas.
 

Após sobrevoar a região, no último sábado (25/2), o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, agora retornou à cidade para entregar as unidades habitacionais do MCMV às famílias. “Voltamos com a Faixa 1, para as famílias com menor renda. Estamos viabilizando casa para quem ganha menos”, destacou. Alckmin ainda reforçou os investimentos do Governo Federal no programa habitacional e, em seu pronunciamento, explicou que “o que mais cresceu no orçamento deste ano foi a habitação, passou de R$ 82 milhões para R$ 10,4 bilhões”.
 

A entrega desta quinta-feira beneficia 2.400 pessoas que residirão nos condomínios Flamboyant e Resedá. Os dois empreendimentos contam com infraestrutura completa de água, esgoto, iluminação pública, energia elétrica, pavimentação, drenagem e transporte público. Eles integram o conjunto habitacional “Caminho das Árvores”, que reúne cinco condomínios, cada um com 300 unidades. São moradias construídas pelo MCMV Entidades, do Governo Federal, e pelo programa Casa Paulista, do governo paulista. Em todo o Brasil, a expectativa é que sejam entregues, somente neste ano, 15 mil unidades habitacionais.
 

GERAÇÃO DE EMPREGOS — Segundo o ministro das Cidades, Jader Filho, o MCMV crescerá ainda mais para atender a demanda da população. “Até 2026, serão contratadas mais 2 milhões de unidades, todas para atender famílias de baixa renda. É assim que trabalha um governo que olha para o povo”, definiu. Para construir, de acordo com o ministro, cada moradia gera um emprego direto e três indiretos. Então, nos próximos três anos, são 2 milhões de empregos diretos na construção e 6 milhões na cadeia produtiva. “São 8 milhões de empregos gerados”, sublinhou o vice-presidente Alckmin, “construção civil é a que mais gera emprego e casas para quem precisa”.
 

Caio Matheus, prefeito de Bertioga, destacou que as entregas desta quinta-feira são o resultado do esforço coletivo entre município, estado e União. “Todos juntos, com uma somatória de esforços, vamos lutar por um estado forte e um Brasil melhor. Essa turma que está aqui arregaçou as mangas e traduziu palavras em ações. A realização desse sonho da casa própria não se equipara à entrega de nenhuma outra obra: nada supera a realização do sonho da casa própria”, ressaltou.

Related Articles

3.184 Comments

Avarage Rating:
  • 0 / 10