Separações: o que mais tem levado casais ao divórcio?

A pergunta que mais recebo em entrevistas, nas redes sociais e sempre que sou abordada é: porque estamos vivendo uma era de tantas separações? O que tem levado os casais a não sustentarem relações duradouras como foi com nossos pais, avós e gerações passadas? 

Os relacionamentos duradouros estão cada dia mais extintos. A palavra casamento tem assombrado parte da população que está solteira, e se declara feliz e sem intenção de entrar num casamento. Mas a reflexão que eu quero deixar aqui, caros leitores, é que NINGUÉM NASCEU PARA SER SOZINHO! Sendo bem drástica com as palavras, para dar sequência na humanidade, precisamos sim nos relacionarmos e multiplicarmos a espécie. 

Mas então, que sentimento é esse que invadiu as gerações atuais e que os levou acreditar que somos independentes e não necessitamos de um relacionamento?

Bom, dentro da minha atuação profissional, nos meus atendimentos, nas rodas de amigos, em palestras e eventos, tudo que tenho observado e tratado, nas mulheres principalmente,  é um MOTIVO apenas, que é o mesmo fato gerador de separações e de oposição a relacionamentos conjugais: desequilíbrio de energia masculina e feminina. 

Isso mesmo que você leu. As duas maiores forças da natureza é a energia feminina e a energia masculina. Cada uma exerce funções distintas, e são opostas e complementares, ou seja, são diferentes uma da outra e uma necessita da outra para sua própria sobrevivência.

Em palavras simples e coloquiais, o homem precisa de uma mulher e uma mulher precisa de um homem. É possível sobreviver um sem o outro? Sim. Mas isso é mais difícil? Sim também. Quando dentro de um relacionamento os papéis não estão definidos, quem vai exercer o que, é comum entrar em crises e associar o problema a falta de amor, a personalidade ou caráter. Quando muita das vezes, um ajuste de definição de papéis e responsabilidades pode restabelecer o amor e  compromisso que fez aquela união nascer.  

As pessoas estudam suas profissões, finanças, sobre economia, nutrição, saúde e tantas outros assuntos importantes, mas não estudam a arte de se relacionar e casar seguindo princípios estabelecidos pelo criador. 

A verdade é que ninguém te ensinou como se relacionar, e muitos estão sofrendo de amor sem ter respostas para essa dor. E então, é melhor descartar do que resolver.

Não é mesmo? 

Priscila Pereira é formada em Processos Gerenciais pela UNISUL com cursos que a capacitaram como uma grande mentora em Desenvolvimento humano, com certificados em PNL, perfis comportamentais e constelação sistêmica familiar. Priscila é conhecida como uma profissional de confronto, com o intuito de tirar você da sua zona de conforto.

Rede social: @priscilapereirareal

WhatsApp:

48 99188-8470

Related Articles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress